*
 

Um funcionário do resort onde Madeleine McCann desapareceu pode ter pistas sobre o paradeiro da garota. Por isso, a polícia está de volta ao local à procura do homem, que estava no Ocean Club, em Portugal, quando a menina de três anos sumiu em 2007.

De acordo com o Mirror, ele foi interrogado à época, mas os investigadores acreditam que ele não contou tudo que sabe. “Os oficiais britânicos estão convencidos de que ele sabe mais do que ele estava dizendo anteriormente e estão muito interessados ​​em interrogá-lo”, disse um policial português.

O funcionário que está sendo caçado testemunhou em relação ao desaparecimento de Madeleine dois dias após o sumiço. A polícia não acredita que ele seja o sequestrador, mas que pode conhecer envolvidos no caso. Os agentes que investigam o desaparecimento ganharam um fundo extra de de 85 mil libras (cerca de R$ 397 mil reais) para estender as buscas por mais seis meses.

Madeleine desapareceu no dia 3 de maio de 2007 do quarto do hotel, enquanto seus pais jantavam na Praia da Luz, em Portugal.

 

 

 

 

 

COMENTE

Madeleine McCannmadeleine
comunicar erro à redação