*
 

Para sobreviver, um jovem, de 21 anos, precisou andar 140 km e beber a própria urina. Na última quarta-feira (30/8), Thomas Mason estava voltando para casa de seu trabalho em uma localidade próxima ao Território do Norte e a fronteira da Austrália Meridional.

Segundo a rede de TV “9News”, ele bateu o carro quando tentou desviar de camelos que estavam na trilha que ele usava. Mesmo tendo a sorte de sair ileso, o homem se viu sem carro e água em um dos lugares mais remotos de toda a Austrália. “Eu sabia que as únicas opções eram morrer ou voltar para a estrada e tentar achar alguém”, disse à emissora.

A dificuldade em encontrar ajuda obrigou o rapaz a beber a própria urina. “Houve pelo menos três ou quatro vezes na estrada que eu estava pronto para parar e desistir completamente”, admitiu. Somente na sexta-feira à noite é que Mason finalmente chegou a uma das estradas principais, encontrando uma pessoa para ajudá-lo.

Foram mais de 60 horas e 140 km buscando ajuda. “Eu não poderia imaginar como ficaria aqui por mais uma noite, se eles não viessem e me encontrassem”, disse Thomas. “Tenho sorte de estar aqui”.

 

 

COMENTE

AustráliaUrinasobrevivência
comunicar erro à redação