*
 

Informações iniciais de funcionários do setor de segurança na capital do Iêmen, Sanaa, indicam que mais de 140 pessoas morreram e pelo menos 525 se feriram durante um ataque aéreo contra um funeral, afirmou a Organização das Nações Unidas.

Coordenador humanitário da ONU no Iêmen, Jamie McGoldrick disse neste sábado (8/10) em comunicado que o setor de ajuda humanitária que atua no país está “impactado e indignado” com os ataques aéreos contra o funeral na capital iemenita. De acordo com o funcionário, trata-se de “um ataque horrendo”.

Subsecretário do Ministério da Saúde do Iêmen, Nasser al-Argaly havia dito em entrevista coletiva que a coalizão liderada pela Arábia Saudita era a responsável pelo ataque, que converteu o lugar em “uma piscina de sangue”.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação