*
 

O procurador de Justiça do Vaticano abriu uma investigação por suposta posse de imagens de pornografia infantil sobre um sacerdote membro do corpo diplomático da Santa Sé em Washington, nos Estados Unidos.

O escritório de imprensa do Vaticano informou que no último dia 21 chegou a notificação do Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre o suposto delito e o sacerdote foi convocado ao Vaticano, onde se encontra atualmente.

Após receber a notificação pela posse desse material, a secretária de Estado do Vaticano a transmitiu ao procurador, que abriu uma investigação e pediu colaboração internacional para recolher elementos relativos ao caso.

O Vaticano informou que a apuração está sob segredo total. Por essa razão, não comunicou nenhum dado sobre o investigado, nem mesmo se ele está detido.

Com características similares, existe o precedente do caso do ex-núncio na República Dominicana, o polonês Jozef Wesolowski. Ele foi detido pela acusação de pedofilia no país e que morreu em agosto de 2015 quando enfrentava um julgamento no Tribunal Vaticano.

 

 

COMENTE

vaticano
comunicar erro à redação