*
 

Uma agente penitenciária de Woodbridge, Reino Unido, foi condenada a prisão por um ano por manter uma relacionamento com um presidiário. Segundo o Departamento de Segurança do país, Sian Cooper, 52 anos, disse que mandava nudes e cartas com teor sexual a Alan Dalby. O mais curioso é que Alan estava preso por matar estrangulada a ex-namorada.

Segundo o juiz Rupert Overbury, que julgou o caso, ela trabalhou durante 12 meses na prisão em que Alan cumpria pena pérpetua. “O contato de vocês dois foi basicamente mental, no entanto, sabe-se que houve certos tipos de contato público”, ressaltou Rupert.

Reprodução

A atração entre os dois era mútua, tanto é assim que Sian ganhou um colar de Alan. “Eles realmente tiveram um amor mútuo. Mas ela era uma mulher vulnerável”, defendeu o advogado. No entanto, não adiantou muito, Sian foi condenada e vai ficar longe do amado por 12 meses.

 

 

COMENTE

detenta
comunicar erro à redação