*
 

Uma tragédia deixou a cidade de Perth, Escócia, em choque. Uma criança passou dois dias sozinha com o corpo da mãe após ela morrer subitamente em casa. Lydia Macdonald teve um ataque asmático e não resistiu. Como morava só ela e o filho, Mason Martin, não havia como outras pessoas saberem o que realmente aconteceu.

Depois de dois dias, a mãe dela, Linda, recebeu um telefonema da melhor amiga de Lydia dizendo que não tinha notícias dela há tempos. Linda foi até a casa da filha, mas ninguém atendeu a porta. Ao ver o menino pela janela, a avó pediu para que ele abrisse. “A primeira fala dele foi: ‘Eu não consigo acordar a mamãe'”, contou Linda ao The Sun.

Escócia

A mãe encontrou a filha na cama, segurando a bombinha para asma. O garoto estava desidratado e só sobreviveu sem comer porque tinha um pouco de queijo na geladeira. Mason foi levado imediatamente para o hospital. “Lydia sempre se preocupou com a doença e sempre levava a bombinha”, lembrou Linda.

Mason passou a morar com os avós. “Contamos sempre para ele que a mamãe agora está com o pai dele, que também morreu cedo. Os dois estão fazendo uma festa no céu. E, apesar de tudo isso, ele está lidando bem com a ausência”, conta a avó.

 

 

COMENTE

Reino UnidoEscóciacadáver
comunicar erro à redação