*
 

Quando nasceu, Harry Blunden, morador do Reino Unido, não tinha ânus, uretra e apresentava três buracos no coração, além de problemas nos rins. Ele passou por inúmeras cirurgias para tentar resolver essas questões. Mesmo assim, continuava com dores. Após oito anos de buscas incansáveis, finalmente, a mãe de Harry, Leanne Owen, 40 anos, obteve um diagnóstico sobre os problemas do filho: ele tem uma “vagina escondida”.

Isso ocorre porque Harry tem o escroto bífido, ou seja partido em dois, além de uma duplicação da uretra. Dessa forma, há uma fenda no seu saco escrotal, que se transforma em dois lábios ou uma “vagina escondida”. Além disso, ele tem dispraxia, uma disfunção motora neurológica que impede o cérebro de desempenhar os movimentos corretamente, segundo o jornal The Mirror.

Facebook/Reprodução

“Eu passei meses procurando em grupos do Facebook, grupos de ajuda, perguntando a médicos pelo mundo e tentando descobrir o que estava errado com Harry. Quando descobrimos, foi um alívio. Agora podemos conseguir um tratamento para ele”, contou a mãe à publicação.

A mãe culpa o hospital em que Harry nasceu por não ter identificado antes do nascimento, por meio do ultrassom, esse defeito. O hospital, por sua vez, disse que sente muito, mas não comenta casos particulares. Agora, o menino vai procurar tratamento adequado.

 


 

COMENTE

doença
comunicar erro à redação