*
 

Uma barbaridade chocou os moradores de Nellore, Índia. Para tentar matar um bebê que ainda estava dentro da mãe, uma madrasta jogou ácido na barriga dela. Girija, como foi identificada a jovem, de 27 anos, foi levada para o hospital com queimaduras graves em 30% do corpo.

Além do choque do crime, os moradores ficaram indignados com o motivo da tentativa de assassinato: uma astróloga disse que a criança iria ser menina. No país, o sexo feminino é “menos valioso” do que o masculino.

Após jogar o ácido, a madrasta fugiu. No entanto, a polícia prendeu o marido e o pai dela, que são suspeitos de coautoria do crime. Girija já tem uma menina de 18 meses e, segundo os agentes, o ataque foi para prevenir “outra desgraça”.

O material utilizado para queimá-la foi encaminhado para a perícia. “Parece ter sido uma mistura de querosene com algum ácido. Ainda estamos em busca da madrasta”, disse a polícia ao Daily Mail.

 

 

COMENTE

grávida
comunicar erro à redação