*
 

Um caso surpreendeu os moradores de Narok County, no Quênia. Certo dia, três homens estavam trabalhando em uma fazenda na cidade quando um caminhão perdeu o controle, invadiu a área e os atropelou. Uma das vítimas fatais, até então, era Vincent Oyugi. A família o reconheceu, ele foi velado e enterrado.

No entanto, um mês depois, Vincent volta para casa e bate à porta da casa da família. “Estava plantando umas sementes quando meu marido me liga e diz que nosso filho está vivo. Não sabia se chorava ou se ria. Ao encontrá-lo, procurei pelas marcas de nascença para saber se realmente era ele”, contou a mãe, Eunice Oyugi, ao The Sun.

Reprodução

Vincent, então, explicou o que ocorreu. “Eu me machuquei com o acidente, mas não morri. Depois, fiquei em estado de choque e comecei a caminhar. Enterraram um amigo meu”, contou Vincent. “Estou feliz de estar de volta a minha família”, desabafou.

 

 

COMENTE

Quênia
comunicar erro à redação