*
 

Olhe bem para a foto em destaque que voltou a circular na internet. Parece que o garotinho usa uma máscara, não é? No entanto, não há nada no rosto dele. O pequeno Huikang, da província de Hunan, China, nasceu com uma rara condição chamada de fenda facial transversa, que faz com que dois grandes vãos apareçam na face do menino, fazendo com que a parte da testa, dos olhos e do nariz fiquem proeminentes.

O menino, que ficou conhecido no país como o “garoto máscara”, nasceu em 2009 e é filho de fazendeiros. Segundo o jornal Daily Mail, a primeira vez que a mãe o viu, ela ficou devastada e pediu aos médicos para que não o trouxesse mais. Com a insistência dos especialistas, ela acabou se rendendo. “Todo o meu corpo parecia dormente. Vi a criança, ela começou a chorar e eu chorei também”, contou a mãe à publicação Changsha Evening News.

Ainda de acordo com o jornal chinês, a avó do garoto tinha dito à mãe para que jogasse o menino fora. Mas, ela se recusou. A história do “garoto máscara” ganhou força em 2010 quando foi para um hospital em busca de tratamento. Após conseguir dinheiro por meio de doações, foram feitas várias cirurgias para reparar as fendas.

Um vídeo publicado na época, mostra o garoto no hospital, com as fendas mais rasas que antes. No entanto, os médicos disseram que só poderiam saber se a os ossos do rosto dele se adaptariam ao novo formato após 10 anos.

Segundo os médicos do hospital, essa malformação pode ocorrer devido a uma série de fatores. Um deles, é que a mãe trabalhava em uma fábrica de produtos eletrônicos e pode ter sido afetada por algum tipo de radiação.

Sete anos depois, a família não deu mais nenhuma notícia sobre o menino. A mídia internacional tentou entrar em contato com o hospital onde foram feitas as cirurgias, mas não obtiveram sucesso.

 

 

COMENTE

China
comunicar erro à redação