*
 

Cinco enfermeiras foram suspensas do Denver Health Medical Center, Estados Unidos, por um motivo um tanto quanto inusitado. Elas são acusadas de irem à câmara mortuária do hospital, abrirem o saco onde o morto estava e ficarem observando o tamanho do órgão genital dele. Segundo a imprensa local, essa situação ocorreu diversas vezes.

“Vários funcionários viram a vítima enquanto ela estava incapacitada e também depois que morreu”, disse a polícia à emissora ABC 7. Inicialmente, apenas duas enfermeiras foram suspensas, no entanto, após investigações, constatou-se que três outras suspeitas tiveram a mesma atitude.

A polícia também entrou na investigação, mas como não tinham evidências suficientes, deixaram a cargo do hospital. Nenhuma das enfermeiras se pronunciou sobre o caso.

 

 

COMENTE

estados unidosdenvergenital
comunicar erro à redação