*
 

A reunião com os líderes de nove nações, incluindo os Estados Unidos, Irã, Arábia Saudita e Rússia, produziu novas ideias para acabar com a violência na Síria, mas terminou sem nenhum acordo ou promessa de nova reunião.

Após mais de quatro horas de conversas neste sábado (15/10), que também incluiu os ministros de Relações Exteriores da Turquia, Qatar, Jordânia, Iraque e Egito, assim como o enviado especial da ONU para a Síria, o Secretário de Estado dos EUA, John Kerry, disse que as partes não chegaram a um acordo para restaurar a paz. Entretanto, afirmou que tiveram diversas conversas sobre “um número de ideias de um número diferente de ministros” que são promissoras.

Ele descreveu a reunião como uma “sessão de brainstorm” e disse que embora os países queiram uma nova estratégia diplomática para a Síria “ninguém quer fazer isso de maneira desleixada.”

Kerry viaja no domingo para Londres para encontrar-se com diplomatas do Reino Unido, França e Alemanha para discutir a crise na Síria. A Arábia Saudita e a Jordânia também participarão da reunião. Fonte: Dow Jones Newswires.

 

 

COMENTE

SíriaRefugiados
comunicar erro à redação