*
 

O papa Francisco autorizou o envio de US$ 100 mil para ajudar a população do Haiti após a passagem do furacão Matthew, que deixou mais de mil mortos e feridos, além de ter causado vários danos no país, informou nesta sexta-feira (14/10), o Vaticano.

A doação será feita através do Pontifício Conselho “Cor Unum”, encarregado das atividades de solidariedade, diz o comunicado. O dinheiro será repartido nas dioceses “mais afetadas por este desastre natural e será utilizado na assistência às vítimas”.

Segundo o Vaticano diz na nota, o dinheiro, que será enviado para uma igreja local, pretende ser “uma primeira e imediata expressão concreta dos sentimentos de proximidade espiritual e apoio paterno” do papa. Além disso, de acordo com o comunicado, diferentes Conferências Episcopais e organismos de caridade católicos já estão “amplamente comprometidos nos trabalhos de socorro”.

ONU
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, viajará ao Haiti neste sábado para visitar áreas devastadas pelo furacão Matthew, enquanto um apelo do organismo para conseguir fundos para a nação caribenha arrecadava muito menos que o esperado.

Ban visitará Les Cayes – uma das cidades mais atingidas pelo Matthew no sul do Haiti – e se reunirá com autoridades haitianas, informou seu gabinete. A ONU lançou um chamado de emergência para arrecadar 120 milhões de dólares para ajudar o Haiti a superar sua pior crise humanitária desde o terremoto de 2010.

Até o momento, só foram coletados 6,1 milhões de dólares, apenas 5% do total necessário, disse o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric.

 

 

COMENTE

papa franciscoHaitifuracão Matthewcrise humanitária
comunicar erro à redação