*
 

A antropóloga Kate Fox revelou, em entrevista à revista “New Zealand Herald”, que a família real britânica não pronuncia, em hipótese alguma, algumas palavras. Por uma questão de etiqueta, a rainha Elizabeth e seus parentes não pronunciam algumas expressões. Confira.

“Mãe e Pai” (“Mum” e “Dad”)
Ao falar com os pais, as crianças precisam usar palavras mais carinhosas como “mamãe” e “papai” (“mummy” e “daddy”).

“Banheiro” (“Toilet”)
Banheiro está proíbido — preste atenção a essa dica caso algum dia vá ao Palácio de Buckingham. O termo correto é lavatório (“lavatory”).

“Fino” (“Posh”)
A palavra é proibida por conta do histórico que possuí. Geralmente, é utilizada pelas classes altas para se referir, ironicamente, de pessoas de fora de seu círculo social. Os aristocratas preferem falar “elegante” (“smart”).

“Perdão?” (“Pardon?”)
Uma das mais comuns espressões da língua inglesa não ganha vez em Buckingham. No seu lugar, deve ser dito “desculpe” (“sorry”).

“Porções” (Portions)
A realeza prefere falar “helping”.

“Perfume” (Perfume)
A família não usa perfume — coisa de plebeu. Na verdade, eles preferem um “aroma” (“scent”).

“Salão” (“Lounge”)
Eles não passam o tempo livre em locais com esse nome, preferem descrever o espaço como “sitting rooms” ou “drawing rooms”.

“Pátio” (“Patio”)
Aquela área externa do palácio não é um simples pátio. A aristocracia gosta de curtir um “terraços” (“terraces”).

 

 

COMENTE

Rainha Elizabeth
comunicar erro à redação