*
 

O furacão Irma, a tormenta mais poderosa a se encaminhar para a Flórida em décadas, está em um caminho que apresenta o pior caso das tempestades que já atingiram o Estado. O Irma deve chegar à Flórida no próximo domingo e espera-se que ele o nível da tormenta, atualmente categoria 4, volte a subir para categoria 5, a mais alta na escala.

Com ventos sustentados em mais de 240 quilômetros por hora, o Irma já deixou ao menos 22 mortos em sua passagem pelas ilhas caribenhas de St. Martine Barbados, enquanto se aproxima em direção à Flórida. O impacto do furacão poderia atingir o extremo norte de Indiana e Illionois, de acordo com os meteorologistas, afetando cerca de 50 milhões de pessoas.

Longas filas de carros deixaram congestionadas as rodovias da Flórida depois que as autoridades do Estado e os meteorologistas pediram que as 20,6 milhões de pessoas que moram na região deixassem o local, com a expectativa de diversas inundações e fortes ventos a serem trazidos pelo Irma. As ondas da tempestade preveem altura de 2,7 a 6 metros, dependendo do caminho a ser traçado pelo furacão.

“Se vier do lado do Golfo, a Baía de Tampa poderia simplesmente ser completamente inundada e esse, realmente, é um dos grandes eventos catastróficos com os quais estamos preocupados”, afirmou o professor assistente de matemática na Universidade de Columbia Kyle Mandli. Ele, no entanto, adverte que todo o Estado poderia permanecer em risco caso o Irma atinja o meio do Estado e provoque surtos de tempestades, embora esses riscos não sejam tão altos.

 

 

COMENTE

furacãoFlóridairmã
comunicar erro à redação