*
 

O furacão Matthew se enfraqueceu nas primeiras horas desta sexta-feira (7/10), da categoria 4 para 3, antes de chegar à Flórida (EUA). O furacão deixou um rastro de morte e destruição no Caribe. Pelo menos 842 pessoas morreram no Haiti e outras seis mortes foram atribuídas ao Matthew em outros países da região. A Cruz Vermelha estimou que mais de um milhão de pessoas no país caribenho foram afetadas e centenas de milhares precisam de assistência humanitária.

Por volta das 3h (de Brasília), o Matthew tinha ventos sustentados de 120 milhas por hora, segundo o Centro Nacional de Furacões de Miami. As previsões são de que o olho do furacão passará sobre a costa leste da Flórida hoje.

“Vamos ter uma tempestade catastrófica”, comentou o governador da Flórida, Rick Scott. “Não temos uma tempestade assim na Costa Leste há bastante tempo.”

Diante da gravidade, voos do Brasil para Miami e Orlando (e vice-versa) foram cancelados e a Disney não abrirá as portas nesta sexta. Brasileiros que estão na região relatam momentos de tensão.

 

 

COMENTE

EUAFlóridafuracão Matthew
comunicar erro à redação