*

O químico David Nutt, do Imperial College de Londres, prestou um grande serviço à população mundial. Se seus estudos estiverem corretos, um novo tipo de álcool sintético, batizado de alcosynth, substituirá em poucas décadas as bebidas tradicionais. As informações são do G1.

Segundo o cientista, o álcool não agride o fígado nem causa as temidas dores de cabeça e outros efeitos da ressaca. O time de pesquisadores estudou os efeitos de algumas drogas semelhantes ao álcool no cérebro para produzir o alcosynth, que possui os mesmos benefícios dos compostos tradicionais porém é atóxico. Ele também afirma ter patenteado 90 diferentes compostos com a substância.

Imperial College

Nutt foi conselheiro do governo britânico

Os produtores e distribuidores de bebidas ainda são céticos em relação à descoberta. O presidente da Associação de Bares do Reino Unido, Neil Williams, disse em entrevista ao jornal The Independent que a nova substância não é necessária, já que existem “outras maneiras de evitar ressaca”.



 

COMENTE

álcoolressaca