*
 

Saiu dos pés de um brasileiro o gol do primeiro título do futebol em 2017. Fabrício saiu do banco de reservas para marcar na prorrogação e garantir a vitória do Kashima Antlers sobre o Kawasaki Frontale por 2 a 1, em Saita, na final da Copa do Imperador. O torneio, equivalente à Copa do Brasil, ganhou fama por tradicionalmente apontar o primeiro campeão do ano novo.

O título é o quinto do Kashima na Copa do Imperador e o segundo na temporada, uma vez que a equipe também levou o Campeonato Japonês. O clube ainda conseguiu o feito de avançar à final do Mundial de Clubes, perdendo a decisão para o Real Madrid.

Neste domingo, jogando em campo neutro, saiu na frente do placar, com Yamamoto, já no final do primeiro tempo. Na segunda etapa, Kobayashi deixou tudo igual. O resultado permaneceu ao fim dos 90 minutos regulamentares, forçando a prorrogação.

Aí, brilhou a estrela de Fabrício, que aproveitou sobra na área para soltar uma bomba indefensável no ângulo aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação. O meia, que passou sem sucesso por Juventude e Botafogo, está no Japão emprestado pelo Portimonense, de Portugal, e não teve ter o contrato renovado.

 

 

COMENTE

kashima antlersfabrício kashimacopa do imperador
comunicar erro à redação