*
 

O elenco do Atlético Nacional quer que a Conmebol dê o título de campeã da Copa Sul-Americana para a Chapecoense, em função da tragédia que derrubou o avião do clube catarinense, nos arredores de Medellín, na Colômbia. O acidente deixou ao menos 70 mortos.

“Queremos que se declare campeã a esta equipe (Chapecoense) e aí vamos ver o que acontece. A iniciativa é nossa e do mundo do futebol. Espero que a Conmebol tome essa decisão e queremos apoiar aos familiares, que possamos dar um abraço neles. É o que podemos fazer”, disse o zagueiro Gilberto Garcia a veículos locais.

Em nota, o Atlético Nacional confirmou oficialmente o pedido. “O acidente com nossos irmãos de futebol da Chapecoense nos marcará por toda a vida e deixará uma ferida irreparável no futebol latino-americano e mundial”, diz a nota. “De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana de 2016”.

“O professor nos disse para valorizar muito nossa vida, que fizéssemos uma reflexão, tomar como um aviso de Deus para seguir melhorando cada vez mais. Vamos esperar a determinação que toma a Conmebol”, afirmou.

Atlético Nacional e Chapecoense fariam a primeira final nesta quarta-feira. Os confrontos, entretanto, já foram suspensos pela entidade. O clube colombiano venceu a competição no ano passado e também a Libertadores deste ano. Assim, já tem vaga na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem, da mesma forma que jogará a Recopa Sul-Americana.

 

 

COMENTE

ColômbiaChapecoense
comunicar erro à redação