*
 

O goleiro Bruno, que deixou a prisão em 24 de fevereiro depois de habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), deve voltar ao futebol nesta semana. Segundo o advogado Lúcio Adolfo, o contrato com um novo clube, cujo nome foi mantido em sigilo, será assinado até sexta-feira (10/3), segundo informações do jornal Extra.

“De hoje (quinta) para amanhã (sexta) o contrato já estará assinado. Eu não vou dizer o nome do clube porque me comprometi em manter segredo. Mas, assim que tiver tudo certo, vamos dar os detalhes”, disse o advogado.

Condenado a 22 anos e três meses pelo sequestro, cárcere privado e assassinato da ex-amante, Eliza Samudio, o ex-jogador do Flamengo cumpriu seis anos e sete meses da pena e deixou a Associação de Proteção de Assistência ao Condenado (Apac), em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte, pelo habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello.

Segundo a defesa, Bruno teria recebido propostas de nove equipes de futebol, sendo de Minas Gerais, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Um dos interessados seria o Betinense Futebol Clube, de Betim, que disputa a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Em suas contas oficiais no Twitter, Bangu e Chapecoense negaram manter qualquer tipo de negociação para contratar o goleiro.

.

 

 

COMENTE

advogadoGoleiroclubecontratobrunoassinar
comunicar erro à redação