*
 

Nos momentos finais do programa Como Será de sábado (12/8), Sandra Annenberg deixou a emoção falar mais alto. Após ver o clipe de uma reportagem que abordava o Dia dos Pais, a jornalista aproveitou o momento para lembrar do seu.

“Olha, o meu pai é tímido, quietinho, mas quando fala é sempre preciso, de uma inteligência. Nossa, eu o acho um gênio. É meu herói, sim. E quando abre um sorriso, ai, o ‘zoinho’… que eu não herdei, verdes, lindos, se iluminam ainda mais. Pai, papito, obrigada por me ensinar o bem mais precioso: ser ética a qualquer custo e respeitar tudo e todos. Obrigada!”, disse a apresentadora, indo às lágrimas.

 

Essa não foi a primeira vez que a apresentadora emocionou os telespectadores. Em março deste ano, durante o Jornal Hoje, ela se comoveu ao noticiar o falecimento da jornalista Beatriz Thielmann e do cinegrafista Luiz Quilião.

Em uma reportagem sobre a vida de dependentes químicos exibida há quatro anos, a apresentadora ficou com a voz embargada e chorou ao ver o drama dos familiares de usuários de crack.

 

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação