*
 

O apresentador do “Bom Dia Amazonas”, da afiliada da Globo em Manaus, Clayton Pascarelli foi demitido após criticar o governador do Amazonas, José Melo (Pros).

O jornalista fez um comentário sobre a atuação do governador após a morte de 56 presos no massacre da Penitenciária Anísio Jobim. A fala de Clayton teria desencadeado uma crise nos bastidores da emissora, que levou a demissão do apresentador. As informações são da coluna “Notícias da TV“.

Pelas redes sociais, Clayton comentou a demissão. “Foram 11 anos de trajetória neste lugar que sempre tive como a minha casa. Comecei como estagiário, virei produtor, fui promovido a repórter, me tornei apresentador”, escreveu. No texto, o jornalista foi diplomático e não mencionou as brigas.

A polêmica ocorreu na edição dessa terça-feira (3/1) do “”Bom Dia Amazonas”. Após a exibição de uma reportagem sobre a entrevista coletiva do governador José Mello, Clayton falou: “Deste governo nada mais me assusta”.

O comentário foi a gota d’água. Clayton, que também é diretor da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), sempre adotou posição crítica ao governo do Amazonas. Secretários do governo, inclusive, se recusavam a participar do “Bom Dia Amazonas”.

 

 

COMENTE

rede globoClayton PascarelliBom Dia Amazonas
comunicar erro à redação