*
 

Em entrevista ao jornalista Pedro Bial, que será exibida neste domingo (16/10) pelo GNT, a atriz Betty Faria falou — sem papas na língua — de temas como feminismo, relacionamentos e de personagens que fez sem ter por eles a menor simpatia.

Mas antes mesmo de o programa ir ao ar já estão repercutindo na internet as declarações da atriz sobre drogas. Questionada por Bial sobre o efeito das drogas, ela lembrou imediatamente de cortisona. “A gente fica com cara de sapo caurru, tem que fazer a catarata, a pele fica fina”.

E maconha? Perguntou Bial. “Não acho maconha droga, acho que não tem efeito nenhum. É uma mentira dizer que mexe com memória, porque fumei muita maconha e nunca tive problema de memória. E minhas colegas que tomam remédio para dormir, na hora de gravar, não sabem o texto”, disse.

Betty também considera uma hipocrisia a não legalização da droga. “Se eu falasse isso que estou falando aqui, agora, 20 anos atrás, quando abrisse o estúdio, eu ia sair de algema, né? (…) Agora, os Estados Unidos comercializaram e viram que é uma beleza.”

Por fim, Betty afirma: “Maconha não vicia, o que vicia é Marlboro vermelho. Fumo escondido no banheiro”, concluiu.

 

 

COMENTE

drogasMaconhapedro bialbetty faria
comunicar erro à redação