*
 

A ex-mulher de Caio Blat, Ana Ariel, decidiu falar porque não permite que o ator veja o filho que adotou em 2003. Segundo Ana, a decisão foi só dela. “Ele tentou até judicialmente chegar perto de nós, ajudar financeiramente, eu nunca deixei. Eu entrei naquele lugar da mulher do orgulho ferido. Não aceito R$ 1, não aceito te ver, não aceito que você veja o meu filho, eu entrei na mágoa, naquela coisa do primeiro amor que se quebrou”, disse a ex-mulher em um entrevista ao programa Câmera Record, que vai ao ar às 23h.

Segundo Ana, na época, Caio Blat estava trabalhando muito, e a adoção fez com que toda a rotina do casal fosse alterada. “Ele se envolveu com uma peça de teatro, um filme e uma novela. Então, ele ocupou a agenda dele seis dias por semana. A gente se via às segundas. Então ele virou um intruso, a gente tinha uma rotina e um ritual familiar e ele era um intruso”, desabafou.

TV Record/Reprodução

Além do caso de Caio Blat, o programa vai mostrar a vida de outros herdeiros de pais famosos. Os repórteres conversaram com os netos de Pelé e com o filho do jogador Ronaldo com Michele Umezu.

 

 

COMENTE

caio blat
comunicar erro à redação