*
 

A ópera “La Clemenza di Tito”, de Mozart, é apresentada na capital, a partir deste sábado (11/3), na Escola de Música de Brasília. A peça, que foi levada aos palcos pela 1ª vez no Brasil em 2014, conta com a presença da soprano Erika Kallina e do barítono Gustavo Rocha.

A montagem traz coro, solistas e orquestra. Composta para a coroação de Leopoldo II, imperador da Boêmia, no fim do século 18, a ópera é a última de Mozart. Nela, o público é levado de volta a Roma Antiga e é convidado a desvendar um complô contra o imperador do título.

Entre músicos, coral, solistas e direção, são mais de 60 profissionais envolvidos. A orquestra é composta por 24 músicos instrumentistas, entre eles, profissionais da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.

Ópera “La Clemenza di Tito”
Sábado (11/3) e domingo (12), às 20h, no teatro da Escola de Música de Brasília (602 Sul, módulo D. Em 17 e 18 de março, às 20h, no Teatro Newton Rossi do SESC Ceilândia (QNN 27, Área especial, lote B). Nos dias 24 e 25 de março, às 20h, no Teatro Paulo Gracindo do SESC Gama (SIND, QI 1). Os ingressos custarão entre R$ 20 e R$ 10 nas apresentações da Escola de Música de Brasília, vendidos na bilheteria do local. A entrada será gratuita em Ceilândia e Gama. Não indicado para menores de 14 anos

 

 

 

COMENTE

óperaEscola de música de Brasília
comunicar erro à redação