*
 

Quem for ao Museu Nacional vai se deparar com a exposição “Reflexões sobre ‘lixo’, consumo e impermanência” que apresenta, em instalações, fotografias e vídeos, a realidade de milhões de brasileiros que vivem da coleta de material reciclável.

A intenção da mostra é provocar ainda mais reflexões. Afinal, o que é lixo, como ele surge e para onde ele vai são algumas das questões propostas. Até 7 de outubro, a exposição vai mostrar os estragos causados pelo lixo nas águas, como o desperdício gera lixo e suas consequências.

Tânia Quaresma/Divulgação

Há ainda uma instalação montada na parte interna (foto acima) que poderá ser vista somente até sexta (30/9). Nela estão informações, fotos e números dos resíduos administrados em todo o país.

A exposição é parte de projeto que engloba o filme “Catadores de História”, de Tania Quaresma, o grande vencedor da Mostra Brasília. Além de melhor filme, o longa levou prêmios de melhor fotografia e trilha sonora.

“Reflexões Sobre Lixo, Consumo e Impermanência”
Até 7 de outubro, no Museu Nacional (Setor Cultural Sul, Lote 2, 3325-5220). A instalação interna pode ser vista somente até sexta (30/9), das 9h às 18h30. 

 

 

COMENTE

Lixoconsumocatadores de história
comunicar erro à redação