*
 

Misturando arte contemporânea e interatividade com os visitantes, abre nesta quarta (14/9) a mostra “Arte Cibernética – Coleção Itaú Cultural”, no Museu Nacional da República. A exposição reúne 10 obras do acervo do instituto, iniciado em 1997.

Os trabalhos selecionados permitem interação com os espectadores por diversas maneiras. Em “Reflexão #3” (2005, foto no alto), de Raquel Kogan, o visitante pode controlar os movimentos de números projetados na parede de uma sala escura. O resultado é refletido no chão, criando efeitos espelhados.

Uma das novidades do catálogo, o trabalho “Desertesejo” (2014), de Gilbertto Prado, possibilita participação de até 50 espectadores. Em ambiente virtual, a obra retrabalha noções geográficas, temporais e espacias.

Conheça algumas obras da exposição “Arte Cibernética”:

 

“Arte Cibernética – Coleção Itaú Cultural”
Visitação de quarta (14/9) a 4 de novembro, no Museu Nacional da República (Eixo Monumental, 3325-5220). Terça a domingo, das 9h às 18h30. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Encontro Arte Cibernética
Quarta (13/9), às 18h30, no Museu Nacional da República. Entrada franca, limitada a 80 vagas. Classificação indicativa livre.

 

 

COMENTE

arte contemporâneamuseu nacional da repúblicaarte cibernética
comunicar erro à redação