*
 

Desde a última eleição, a política se tornou o grande pivô de acirramento de rixas, protestos de rua e debates acalorados no Brasil. Durante o 49º Festival de Brasília, o tema surge de maneira mais sutil na mostra paralela “A Política no Mundo e o Mundo da Política”. Entre documentário e ficção, cinco filmes discutem questões como sexualidade, direitos, religião e identidade.

Abrindo a mostra nesta quarta (21/9), “Sexo, Pregações e Política” (RJ) leva o tema para o campo da diversidade sexual. A partir de figuras públicas como o pastor Silas Malafaia (foto no alto), os diretores Aude Chevalier-Beaumel e Michael Gimenez abordam o conservadorismo no país, a violência contra a mulher e o assassinato de homossexuais e transexuais.

Radicados no Rio de Janeiro, os cineastas conviveram na Escola de Belas Artes na França, com foco em estudos sobre cinema. A sexualidade também perpassa outros dois longas desse segmento. Única ficção da mostra, “A Cidade do Futuro” (BA), do casal Marília Hughes e Cláudio Marques, acompanha a formação de uma família fora dos padrões heteronormativos no sertão da Bahia.

Divulgação

Em “Entre os Homens de Bem” (foto acima), os cineastas Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros oferecem um contraponto a Malafaia. O filme desenha um perfil do deputado federal Jean Wyllys, um dos poucos defensores da causa LGBT no Congresso Nacional.

Dirigido por Cristiano Burlan, que esteve na competição de 2015 com “Fome”, “Estopô Balaio” (SP) emoldura um coletivo de arte que vive num bairro paulistano frequentemente afetado por enchentes. Partindo de registros em VHS encontrados na faculdade, os irmãos Marcela e Henrique Borela visitam uma comunidade Tupi no longa “Taego Ãwa”.

Programação da mostra “A Política no Mundo e o Mundo da Política”, com entrada franca:

Cine Brasília

Quarta (21/9)
15h – “Sexo, Pregações e Política” (RJ, 72min, 10 anos), de Aude Chevalier-Beaumel e Michael Gimenez

Quinta (22/9)
15h – “Estopô Balaio” (SP, 76min, 10 anos), de Cristiano Burlan
17h – “Taego Ãwa” (GO, 75min, livre), de Henrique e Marcela Borela

Sexta (23/9)
15h – “A Cidade do Futuro” (BA, 75min, 16 anos), de Cláudio Marques e Marília Hughes
16h30 – “Entre os Homens de Bem” (SP, 104min, 12 anos), de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros

Cine Cultura Liberty Mall (reprises)

Sexta (23/9)
19h – “Estopô Balaio” (SP, 76min, 10 anos), de Cristiano Burlan
21h – “Sexo, Pregações e Política” (RJ, 72min, 10 anos), de Aude Chevalier-Beaumel e Michael Gimenez

Sábado (24/9)
19h – “Taego Ãwa” (GO, 75min, livre), de Marcela e Henrique Borela

Domingo (25/9)
19h – “A Cidade do Futuro” (BA, 75min, 16 anos), de Marília Hughes e Cláudio Marques
21h – “Entre os Homens de Bem” (SP, 104min, 12 anos), de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros

49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
De terça (20/9) a terça (27/9), no Cine Brasília (Entrequadra 106/107 Sul, 3244-1660). Mostra competitiva: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Entrada franca em mostras paralelas e sessões especiais. Classificação indicativa varia de acordo com os filmes. Programação completa e agenda de reprises no site oficial.

 

 

COMENTE

festival de brasíliacine brasíliafestival de brasília 2016
comunicar erro à redação