*
 

O Brasília International Film Festival (BIFF), acaba de anunciar a programação completa de sua quinta edição, programada para ocorrer entre 4 e 13 de novembro no Cine Brasília e no Cine Cultura Liberty Mall. Serão, ao todo, 28 filmes de 15 países, somadas as mostras paralelas às 16 obras em competição — já anunciadas anteriormente..

Entre as novidades desta edição, estão uma mostra dedicada ao italiano Sérgio Leone e duas pré-estreias — “Ídolos”, do palestino Hany Abu-Assad, e “Jovens, Loucos e Mais Rebeldes”, do americano Richard Linklater. Também neste ano, o evento passa a entregar o Prêmio José Carlos Avellar para o melhor filme, eleito por uma comissão formada por críticos de cinema.

Abertura e encerramento
“Por um Punhado de Dólares”, de Leone, abre oficialmente a programação, no dia 4/11, durante cerimônia que contará também com concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro tocando composições de Ennio Morricone — parceiro constante do diretor Sérgio Leone.

Na sessão de encerramento, será exibido “Ma Ma”, com Penélope Cruz (foto no alto da página), filme mais recente do escritor e cineasta basco Julio Medem, conhecido aqui por filmes como “Lucía e o Sexo” (2010) e “Os Amantes do Círculo Polar” (1998).

Confira a lista completa de filmes a serem exibidos no 5º BIFF:

FILME DE ABERTURA: “Por um Punhado de Dólares” (Itália, 1966), de Sergio Leone

FILME DE ENCERRAMENTO: “Ma Ma” (Espanha, 2015), de Julio Medem

MOSTRA COMPETITIVA:

Divulgação

Ficção
“Album” (2016, Turquia), de Mehmet Can Mertoğlu
“Barash” (2015, Israel), de Michal Vinik
“La Caridad” (2015, México), de Marcelino Islas Hernandez
“Cartas de Guerra” (2016, Portugal), de Ivo Ferreira
“Her Composition” (2016, EUA), de Stephan Littger
“La Jeune Fille Sans Mains” (2016, França), de Sébastien Laudenbach
“Sin Mover los Lábios” (2015, Colômbia), de Carlos Osuna
“United States of Love” (2016, Polônia), de Tomasz Wasilewski (foto acima)

Documentários
“Al Purdy Was Here” (2015, Canadá), de Brian Johnson
“Ejercícios de la Memoria” (2015, Argentina/Paraguai), de Paz Encina
“En Quête de Sens” (“Em Busca de Sentido”) (2015, França), de Nathanaël Coste
“Jonas e o Circo sem Lona” (2015, Brasil), de Paula Gomes
“Ladder to Paradise” (2015, China), de Xiao Han e Liang Junjian
“Masoumeh” (2015, Irã), de Sona Moghaddam
“Pizarro” (2016, Colômbia), de Simón Hernández
“Zoe” (2016, Espanha), de Ander Duque

GRANDES PRÉ-ESTREIAS:

“Ídolos” (Palestina, 2015), de Hany Abu-Assad
“Jovens, Loucos e Mais Rebeldes” (EUA, 2016) de Richard Linklater

Divulgação

MOSTRA MUNDO ANIMADO:

“Canção do Oceano” (Bélgica, França, Dinamarca, Irlanda, Luxemburgo, 2014), de Tomm Moore
“Pinóquio” (Alemanha, 2013), de Anna Justice
“Mortadelo e Salaminho em Missão Inacreditável” (Espanha, 2016), de Javier Fesser (foto acima)

MOSTRA SERGIO LEONE:

“Era uma Vez na América” (EUA/Itália, 1984)
“Quando Explode a Vingança” (Itália, 1971)
“Era uma Vez no Oeste” (EUA/Itália, 1968)
“Três Homens em Conflito” (Espanha/Itália, 1966)
“Por uns Dólares a Mais” (Espanha, Alemanha, Itália, 1965)

 

 

COMENTE

BIFFSérgio Leonefestivalis de cinema
comunicar erro à redação