*
 

Começa nesta quinta-feira (6/10) a 18ª edição do Festival do Rio. Com menos aporte de alguns patrocinadores, o evento diminuiu o número de dias — habitualmente são 14, este ano, 11. Mas a diretora artística, Ilda Santiago, evita falar em crise. “Mantivemos todos os nossos patrocinadores e apoiadores, e isso é muito bom. É um reconhecimento da importância do festival”, afirma.

“Na verdade, pode até ser que o dinheiro tenha algo a ver com as mudanças, mas há muito queríamos reestruturar o festival. Já tivemos num ano 400 filmes. É demais Ninguém consegue ver isso. Se a pessoa vir 100 terá sempre a sensação ruim de que perdeu 300”, acrescenta Ilda..

O que o Rio está fazendo é adequar seu festival ao formato dos maiores eventos de cinema do mundo. Cannes, Veneza e Berlim, todos duram entre 10 e 12 dias. O festival, de 14 dias, agora terá 11. E serão 250 filmes. “Mesmo assim, é muita oferta”, avalia a diretora artística.

“A programação está um luxo”
Mas ela está orgulhosíssima. “Nossa programação deste ano está um luxo. Não apenas estamos trazendo filmes como “I Daniel Blake”, que venceu a Palma de Ouro, como vamos ter uma Première Brasil gloriosa.”

A Première é a grande vitrine do cinema brasileiro. A deste ano terá 35 longas e 13 curtas distribuídos em suas diferentes seções. A seleção contempla diretores já consagrados — Eliane Caffé, Andrucha Waddington, Eryk Rocha, entre outros — e estreantes como José Luiz Villamarim e a atriz Leandra Leal.

Uma das novidades desta edição é a descentralização do festival, que será inaugurado em plena Cidade das Artes, na Barra remodelada para a Olimpíada. “Nenhuma outra cidade passou por uma transformação urbana tão grande como o Rio, preparando-se para a Olimpíada. E o festival dá conta disso. Estamos abraçando a cidade toda, e este ano vamos transpor a ponte, levando o festival para a Reserva Cultural de Niterói”.

Serão 30 pontos de exibições, entre salas, lonas, projeções ao ar livre no Boulevard Olímpico da Praça Mauá e espaços adaptados como a grande sala de eventos do Palácio das Artes. É nesse local que será exibido nesta quinta à noite o novo filme de Denis Villeneuve, “A Chegada” (foto no alto), com Amy Adams, dando largada na maratona cinematográfica.

Confira a programação completa do Festival do Rio no site oficial do evento.

 

 

COMENTE

Festival do Rioilda santiagoa chegada
comunicar erro à redação