*
 

A 5ª edição do festival Curta Brasília anunciou seus filmes indicados nesta terça (18/10). Ao todo, 31 curtas-metragens compõem a mostra competitiva e 15 títulos formam a mostra Decibéis de Videoclipes. O evento está previsto para acontecer de 15 a 18 de dezembro, no Cine Brasília. As produções concorrem a um total de R$ 20 mil em prêmios.

Entre os 31 filmes indicados, vários já vêm de prêmios e passagens por festivais importantes. “A Moça que Dançou com o Diabo” (SP), de João Paulo Miranda Maria (leia entrevista), recebeu menção especial no Festival de Cannes. “Demônia – Melodrama em 3 Atos” (SP) ganhou troféu de montagem no Festival de Brasília 2016.

Oito produções foram realizadas no Distrito Federal. A seleção inclui os dois últimos vencedores da Mostra Brasília, segmento do tradicional festival candango. “A Culpa É da Foto”, do trio Joédson Alves, Eraldo Peres e André Dusek, foi consagrado em 2015. “Rosinha”, de Gui Campos, faturou o troféu após abocanhar o prêmio principal em Gramado.

Na seção de videoclipes, Brasília marca presença com vídeos dos artistas Beto Mejía (Móveis Coloniais de Acaju), Dillo, ETNO e Pazes (projeto eletrônico de Lucas Febraro, radicado em Berlim).

Confira a lista dos curtas-metragens e videoclipes indicados ao 5º Curta Brasília:

Mostra competitiva de curta-metragem

“À Margem do Universo” (DF), de Tiago Esmeraldo
“Abissal” (CE), de Arthur Leite
“Aqueles Anos em Dezembro” (SP), de Felipe Arrojo Poroger
“Balada para os Mortos” (MA), de Lucas Sá
“Bartleby” (DF), de Rafael Lobo
“Buscando Helena” (RJ), de Roberto Berliner e Ana Amélia Macedo
“Caminho dos Gigantes” (SP), de Alois Di Leo
“A Culpa É da Foto” (DF), de Joédson Alves, Eraldo Peres e André Dusek
“Demônia – Melodrama em 3 Atos” (SP), de Cainan Baladez e Fernanda Chicolet
“Em Defesa da Família” (DF), de Daniella Cronemberger
“O Estacionamento” (PR), de William Biagioli
“Iluminadas” (PE), de Gabi Saegesser
“Kbela” (RJ), de Yasmin Thayná
“Lembranças de Mayo” (MG), de Flávio C. Von Sperling
“Lightrapping” (SP), de Márcio Miranda Perez
“A Moça que Dançou com o Diabo” (SP), de João Paulo Miranda Maria
“Moído” (PB), de Torquato Joel
“Não É Pressa, É Saudade” (DF), de Camilla Shinoda
“Não Me Prometa Nada” (RJ), de Eva Randolph
“Papel Y-10” (DF), de Please No
“Passagem” (GO), de Thomaz Magalhães e Ernesto Rheinboldt
“Pele de Pássaro” (RJ), de Clara Peltier
“O Pequeno Pé-Grande” (DF), de Leo Bello
“Piscina” (SP), de Leandro Goddinho
“Regeneração” (RJ), de Humberto Carrão
“Rosinha” (DF), de Gui Campos
“Stanley” (PB), de Paulo Roberto
“Tatame” (RJ), de Daniel Nolasco e Felipe Fernandes
“Tereza” (SP), de Pablo Ferreira
“A Vez de Matar, a Vez de Morrer” (MS), de Giovani Barros
“Xavier” (SP), de Ricky Mastro

Mostra Decibéis de Videoclipes

“Bagaça”. Artista: Bruno Batista
Direção: Arturo Saboia (MA)

“Battlefield”. Artista: Whipallas
Direção: Philippe Noguchi (RJ)

“Chega”. Artista: Mart’nália
Direção: Kennel Rogis (PB)

“Diário da Morte”. Artista: ETNO
Direção: Tiago Palma (DF)

“I Don’t Know”. Artista: Rieg
Direção: Rieg Rodig & Mônica Ramalho (PB)

“Já que Tá, que Fique”. Artista: Seo Manouche
Direção: Diego Ruiz de Aquino (SP)

“Lá em Casa”. Artista: Tonico Reis
Direção: Irmãos Guerra (SP)

“Left & Right”. Artista: Pazes
Direção: Camila Lima (DF)

“Lia”. Artista: Doulogue
Direção: J. Brivilati (SP)

“Mamãe Mamãe”. Artista: Dillo
Direção: André Gonzalez e André Miranda (DF)

“Matiz”. Artista: Jackson Abacatu
Direção: Jackson Abacatu (MG)

“Nem Vem”. Artista: Haicu
Direção: Júlia Shimura (RJ)

“Vermelho”. Artista: Beto Mejía
Direção: Victor Hugo Nunes (DF)

“Volta”. Artista: Baleia
Direção: Kayhan L. Ozmen e Vince Tigre (RJ)

“Vou Me Mudar pro Uruguai”. Artista: Guri
Direção: José Menezes e Daniel Barosa (SP)

 

 

COMENTE

curta-metragemcine brasíliaFestival Curta Brasília
comunicar erro à redação