*
 

Artista de teatro e circo, Rafael Trevo comprou um velho Fusca, ano 1964, há mais ou menos uma década. Desde então, o carro virou um companheiro multitarefas. “Um carro que vira circo, cinema e casa”, diz o paulistano de 29 anos. Autor de projetos itinerantes que rodam o Brasil, ele se fixou em Brasília no começo de 2015. Nesta terça (20/9), entre as quadras 216 e 416 Norte, estreia na cidade o Cine Fusca.

Atualmente, a Cia da Sorte, criada por ele em 2013, reúne três integrantes: Trevo, a brasiliense Lelê Marins e o fusca. Do bagageiro saem um projetor, uma caixa de som e extensões elétricas. Tudo emprestado e na base de colaborações. “Não temos nada contra projetos financiados. Mas a gente sempre fez nossas coisas assim”, diz o artista.

Na primeira edição do Cine Fusca na capital, a companhia exibe “Território do Brincar” (veja trailer), documentário sobre as diferentes formas de diversão das crianças brasileiras. O objetivo do trio é fazer com que as pessoas troquem a TV por um programa ao livre.

Conheça as três facetas do Fusca da Cia da Sorte:

 

Cinema rodante
“Nosso foco é nas pessoas que vivem nas quadras. Esse horário é para competir com a novela”, brinca. A partir dessa primeira edição, Trevo, Lelê e o fusca pretendem realizar sessões mensais até dezembro. Para 2017, o plano é rodar semanalmente pelas quadras da capital.

Quando ainda morava em São Paulo, em 2013, Trevo decidiu viajar pelo Brasil de bicicleta. “Queria fazer de Fusca, mas ele não estava bom ainda”, emenda. No ano seguinte, preparou o carro para que ele aguentasse as múltiplas tarefas do projeto Semente da Sorte.

A companhia levou espetáculos de circo, cinema, oficinas e intervenções artísticas para 50 cidades de dez estados. Em Brasília, o teatro tomou prioridade, mas a ideia sempre foi retomar o Cine Fusca em outro contexto, para ocupar regularmente as quadras da capital. “Eu quero que as pessoas desçam dos blocos para ver um filme, debater e refletir”.

Cine Fusca – 1ª edição em Brasília
Terça (20/9), às 19h, no gramado da entrequadra 216/416 Norte. Exibição do filme “Território do Brincar” (2015), de Renata Meirelles e David Reeks. Entrada franca. Classificação indicativa livre. Detalhes das próximas edições na página da Cia da Sorte.

 

 

COMENTE

circoFuscacia da sortecine fuscacinema itineranteterritório do brincar
comunicar erro à redação