*
 

Uma seleção de estudos e plantas arquitetônicas para projetos de painéis em azulejo criados por Athos Bulcão compõe a mostra “Acervo: Recortes”, em cartaz na AB Galeria – Fundação Athos Bulcão (404 Sul). A exposição destaca obras e documentos do acervo da Fundação que dão uma amostra da integração entre arte e arquitetura na obra do artista.

Um dos estudos expostos é o que deu origem aos azulejos usados nas paradas de serviço do Parque da Cidade, 1977. No processo criativo, veem-se peças em amarelo e laranja (reprodução no alto), diferente do atual painel composto em preto e branco.

Na mostra, podem ser conferidos também os passos de criação dos painéis para a Torre de TV e Brasília Palace Hotel, incluindo detalhes como as proporções dos desenhos que orientam o trabalho de aplicação das peças na parede. Ao lado de cada estudo, são mostrados os azulejos finalizados

Trabalhando em parceria com grandes arquitetos, como Oscar Niemeyer, João Filgueiras Lima, e o urbanista Lucio Costa, Athos Bulcão deixou sua marca muito além dos limites da capital federal. “Acervo: Recortes”, aparecem, por exemplo, painéis criados para o prédio da Embaixada do Brasil em Buenos Aires e para o Memorial da América Latina em São Paulo.

De acordo com Valéria Cabral, curadora da mostra e secretária executiva da Fundação Athos Bulcão, a exposição é a primeira de uma série que serão realizadas ao longo deste ano com obras do acervo da instituição.

Até 23 de abril, na AB Galeria – Fundação Athos Bulcão (404 Sul, Bloco D, Loja 1, 3322-7801). Segunda a sexta, das 9h às 18h; sábado, das 10h às 17h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

 

 

Informações

Data e horário

Começa terça-Feira, 01/03/2016 e termina sábado 23/04/2016,
Horário: 9h às 18h (seg. a sex.); 10h às 17h (sáb.)

Local

AB Galeria – Fundação Athos Bulcão, Asa Sul

Ingressos

De graça

Classificação

Livre

 

COMENTE

Athos Bulcãoexposiçãoartes visuaisacervo: recortesazulejos
comunicar erro à redação