*
 

A três dias para o início da cobrança do licenciamento deste ano, 44% da frota de veículos do Distrito Federal ainda está com a documentação irregular. A partir de 1º de outubro, esses veículos estarão sujeitos a uma despesa extra de, no mínimo, R$ 524,54 relativos a multa, guincho, diária, vistoria e serviço de liberação do veículo, conforme tabela abaixo.

Em 2015, a fiscalização de trânsito autuou, em todo o DF, um total de 39.763 condutores flagrados dirigindo veículos não licenciados. Até setembro deste ano, o Detran já registrou 27.138 autuações. A infração é de natureza gravíssima, com multa de R$ 191,54, sete pontos na CNH e apreensão do veículo. A partir de novembro, o valor passa para R$ 293,47.

É importante alertar que, mesmo estando devidamente licenciado, o condutor que for abordado e não estiver portando o documento do veículo – o CRLV de 2016 – estará sujeito a multa de R$ 53,20, três pontos na Carteira e retenção do veículo.

Atualmente, existem 1.656.111 veículos registrados no DF. Desses, 734.416 ainda não possuem o CRLV de 2016, enquanto 921.695 estão circulando devidamente regularizados. Para licenciar o veículo, o proprietário deverá efetuar o pagamento dos débitos existentes, tais como, IPVA, Seguro Obrigatório, taxa de licenciamento e multas vencidas.

Para verificar a existência de débitos e efetuar o pagamento, basta o proprietário consultar o site do Detran, realizar a impressão dos boletos, fazer o pagamento em bancos, casas lotéricas ou caixas eletrônicos e procurar uma das agências do Na Hora, apenas para retirar o CRLV de 2016.

Confira o valor das taxas cobradas pelo Detran:

 


 

COMENTE

DetranBlitzlicenciamentoCRLV
comunicar erro à redação