*
 

Cerca de 40 mil pessoas são esperadas pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social para o Desfile da Independência nesta quarta-feira (7/9), para comemorar o feriado de 7 de setembro, em que se comemora o Dia da Independência. Por conta do feriado, alguns serviços públicos e pontos turísticos estarão fechados ou terão horários modificados.

Além disso, haverá mudanças no trânsito. Serão interditados os dois sentidos da Esplanada dos Ministérios, da altura da Rodoviária do Plano Piloto até o Palácio do Planalto. As pistas estarão fechadas a partir das 22 horas desta terça-feira (6), e a previsão é que sejam reabertas às 14 horas de quarta. Se houver necessidade, outras vias podem ser bloqueadas.

Para acesso ao evento, estarão liberadas a N2 e a S2, além dos estacionamentos dos anexos dos ministérios, acessíveis pelas S2 e N2. Ficarão disponíveis também os bolsões da plataforma superior da rodoviária e dos Setores de Autarquias Sul e Norte.

Para evitar congestionamentos, os organizadores sugerem que as pessoas saiam mais cedo de casa ou usem o transporte público. No metrô de Brasília, o funcionamento será das 7 às 19 horas. Quanto aos ônibus, o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) fará esquema de domingo, com 40% da frota em atividade. No entanto, caso haja demanda, as empresas poderão reforçar o atendimento nas linhas de ligação das regiões administrativas com a Rodoviária do Plano Piloto.

Agência Brasília

Desfile
O Comando Militar do Planalto, do Exército Brasileiro, programou para as 9 horas o início do Desfile da Independência — o término será por volta das 11 horas. Conforme planejado pela Presidência da República, o percurso seguirá o fluxo no sentido do Palácio do Planalto para a Rodoviária do Plano Piloto. O presidente Michel Temer deve participar do evento.

As arquibancadas têm capacidade para 20 mil pessoas. A apresentação terá 836 militares a pé, 90 viaturas, banda marcial com 80 músicos, 60 integrantes do Batalhão da Guarda Presidencial fazendo demonstrações, 240 cavaleiros e 194 encarregados da segurança e do cerimonial.

Além de 1,5 mil policiais militares, atuarão na Esplanada dos Ministérios bombeiros militares, agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e policiais civis. Uma delegacia móvel percorrerá o local para auxiliar no atendimento da 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte).

Água de graça
A Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) distribuirá cerca de 20 mil copos de água, com 200 ml cada um. O público contará com cinco pontos fixos, cada um com caixas de 500 litros, instalados ao longo da N1; com dois caminhões, com 5 mil litros de água cada um, na Praça dos Três Poderes e no gramado próximo à rodoviária; e com cinco unidades móveis, com 500 litros cada uma, nas entradas de acesso ao desfile.

A Caesb atenderá também os postos de saúde nas tendas do Exército. Todos os órgãos dos governos de Brasília e federal receberão água da companhia, bem como as tribunas para autoridades. Para facilitar a localização dos pontos de distribuição, haverá placas de sinalização.

Ambulantes
Das 7 às 20 horas, doze fiscais da Agência de Fiscalização (Agefis) percorrerão o perímetro para coibir a ação de ambulantes não autorizados. Cento e cinquenta pessoas já cadastradas pela autarquia poderão comercializar produtos durante o desfile.

Não será permitida a venda de bebidas alcoólicas, sucos e refrigerantes em garrafas de vidro, pipas, balões infláveis e quaisquer brinquedos flutuantes que possam colocar em risco a participação das aeronaves da Esquadrilha da Fumaça. Churrasquinhos deverão ser vendidos em pratos plásticos, de papelão ou isopor, e não em espetos.

Limpeza
Sessenta garis do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) ficarão responsáveis pela manutenção da área, com o apoio de dois caminhões-pipa, um caminhão coletor, um caminhão caçamba e de lixeiras ao longo de todo o percurso.

Já a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) fará duas ações antes do desfile: poda de árvores ao longo da Esplanada dos Ministérios e limpeza das arquibancadas.

 

 

COMENTE

7 de setembrodesfile
comunicar erro à redação