*
 

Servidores terceirizados responsáveis pela limpeza de escolas da rede pública do DF prometem entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (9/1). Os funcionários da empresa Juiz de Fora Serviços Gerais alegam que não receberam o 13º salário de 2016.

A companhia é responsável pela limpeza de escolas nas regiões de Planaltina, Sobradinho, São Sebastião, Paranoá, Plano Piloto, Lago Sul e Norte, Estrutural, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Candangolândia e Santa Maria.

Os funcionários da Juiz de Fora se juntam ao trabalhadores da Real JG Serviços Gerais e da G & E Serviços Terceirizados, que também alegam atrasos no 13º salário. O benefício deveria ter sido depositado até 20 de dezembro do ano passado. Ao todo, cerca de 3 mil trabalhadores vão cruzar os braços.

Segundo o Sindiserviços-DF, sindicato que representa a categoria, há também preocupação sobre o pagamento dos salários referentes ao último mês de dezembro, que deveriam estar na conta dos trabalhadores nesta sexta-feira (5).

“Há dois anos, a categoria vem sendo lesada com o recebimento de seus vencimentos sempre com atraso”, afirma a secretária-geral do Sindiserviços-DF, Andréa da Silva. O sindicato também pretende ingressar com uma denúncia na Justiça do Trabalho do DF contra os atrasos nos pagamentos dos trabalhadores.

A Secretaria de Educação, no entanto, nega atrasos nos repasses. Segundo a pasta, “não existem faturas em aberto referentes a pagamentos ou restante de pagamentos de décimo terceiro salário dos funcionários terceirizados da limpeza e merenda das escolas do públicas do DF”.

Ainda de acordo com a secretaria, “os valores referentes ao pagamento do décimo terceiro salário são repassados mensalmente às empresas prestadoras de serviço da pasta. Em cada repasse mensal, as empresas recebem o equivalente a um doze avos destinados ao todo do décimo terceiro, os quais as empresas devem reservar para o pagamento do décimo terceiro salário”.

O Metrópoles não conseguiu contato com as empresas Real JG Serviços Gerais, G & E Serviços Terceirizados e Juiz de Fora Serviços Gerais.

 

 

COMENTE

Greveescolas públicaslimpezaSecretaria de educaçãoterceirizadosSindiserviços-DF
comunicar erro à redação