*
 

Os serviços dos seis cemitérios do Distrito Federal foram reajustados em 4,76%. Publicados na edição de quarta-feira (13/9) do Diário Oficial do DF, os novos valores, já em vigor, seguem a inflação de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Ao todo, 39 serviços oferecidos pela Campo da Esperança — empresa que administra os espaços — ficaram mais caros, enquanto apenas três tiveram os preços congelados: o enterro de adultos e crianças e a taxa de exumação.

O serviço mais oneroso da tabela é o de construção de jazigo de três gavetas, que passou de R$ 5.951,44 para R$ 6.234,73. O jazigo de uma gaveta saltou de R$ 638,50 para R$ 668,89, enquanto a locação de uma capela para velório padrão 1 custará R$ 253,34 e não mais R$ 241,83. A maioria dos itens é opcional e não obrigatório, como capela, identificação e construção de jazigos.

O reajustamento é anual, previsto no Contrato de Concessão dos serviços de cemitério desde o ano de 2002. Não se trata de atendimento ao pedido dos representantes (Campo da Esperança), pois os índices são preestabelecidos contratualmente. A publicação fixa a data de início da aplicação dos novos valores."
Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania, por meio de nota

De acordo com o Cemitério Campo da Esperança, o custo do sepultamento mais simples em qualquer um dos seis cemitérios é de R$ 687,43, correspondente à taxa de prestação do serviço e ao arrendamento de um jazigo com uma gaveta.

Poucas vagas
Em julho, o Metrópoles revelou que cemitérios do DF estão próximos de atingir sua capacidade máxima. Com cerca de 900 sepultamentos por mês, os seis locais com essa finalidade têm prazo médio de três anos e meio para que esgotem seus espaços.

Atualmente, o único procedimento para amenizar a falta de jazigos é a exumação de corpos, prática adotada entre os indigentes e os enterrados de forma gratuita. O Distrito Federal não dispõe do serviço de cremação. A empresa mais próxima que realiza o procedimento fica em Valparaíso (GO). Os seis cemitérios do DF contam com aproximadamente 5 mil vagas.

ARTE/METRÓPOLES  

 

COMENTE

cemitériocampo da esperançasejus
comunicar erro à redação