*
 

Ladrões não estão dando sossego para quem anda com o celular pelas ruas do Distrito Federal. Apenas na noite desta quarta-feira (11/1), dois grupos especializados no roubo dos aparelhos foram detidos pela Polícia Militar do DF.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Paz Social, os roubos a celulares representam 70% dos assaltos a pedestres no DF. De janeiro a novembro de 2016, foram registradas 35.284 ocorrências do crime, sendo 40% concentrados nas regiões de Ceilândia, Samambaia e Taguatinga. No mesmo período de 2015, foram feitos 27.584 registros.

Um dos grupos detidos, formado por três adolescentes, fazia arrastões em paradas de ônibus do Guará I. As vítimas informaram aos policiais que os infratores levaram seis aparelhos celulares apenas na noite passada, portavam armas de fogo e tinham apoio de um motorista em um Fiat Pálio de cor verde.

A placa do carro foi anotada, os militares conseguiram localizar o endereço da proprietária e foram até lá. Chegando ao local, no Setor Oeste da Estrutural, a dona informou que o veículo estava sendo usado por seu sobrinho que morava nas proximidades. Ela levou a Polícia Militar ao local, que coincidiu com o rastreado pelo celular de uma das vítimas.

Dois suspeitos foram abordados e com eles estavam a réplica de uma arma de fogo e cinco celulares. Os menores informaram onde estava o terceiro envolvido e com ele foi encontrado outra imitação e mais um aparelho telefônico. Os policiais apreenderam os jovens e os encaminharam à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Plano Piloto
Na mesma noite, equipes da PM receberam a informação de que alguns indivíduos estavam cometendo assaltos a pedestres na Asa Norte, utilizando arma de fogo e um Ford Ecosport para realizar as fugas.

Com base nas informações, os policiais se posicionaram nas estradas de acesso à cidade do Paranoá e Itapoã, para onde os criminosos estariam se deslocando. Algum tempo depois, os militares identificaram o veículo na DF-015, no Paranoá.

Ao perceberem que seriam abordados pela polícia, os criminosos tentaram fugir, mas foram alcançados na Avenida Comercial do Itapoã. No interior do carro havia cinco suspeitos, sendo três adultos e dois adolescentes.

Além de vários objetos roubados, como dinheiro, celulares, bolsas e óculos, os PMs encontraram um revólver calibre .38 com quatro balas intactas. Os acusados foram conduzidos às respectivas delegacias para o registro da ocorrência.

Em pesquisa ao histórico das ocorrências não solucionadas dos últimos dias, os policiais identificaram que vários assaltos a pedestres foram cometidos por suspeitos em um carro igual ao detido com os ladrões. Tais semelhanças fizeram com que as equipes da PM acreditassem que os assaltantes detidos sejam os mesmos que cometeram os roubos anteriores nas áreas do Lago Sul, Asa sul e Asa Norte.

A Secretaria de Segurança reforça a importância do registro de ocorrências de roubo, uma vez que os dados orientam as estratégias da polícia para combate ao crime.

 

 

COMENTE

assaltoguaráParanoáAsa SulAsa Norteroubocelulares
comunicar erro à redação