*
 

Uma verdadeira empresa do crime começou a ser desmontada pela Polícia Militar, nesta quarta-feira (7/9), em Taguatinga. Leonardo Soares da Silva, 33 anos, e Mario Farias Ramos, 35 anos, dois integrantes de uma quadrilha, que agia furtando objetos no interior de veículos e possuía modus operandi profissional, foram presos durante uma abordagem da patrulha da PM.

Eles utilizavam carros com placas clonadas, segundo os próprios acusados disseram aos policiais. De acordo com a PM, a quadrilha era “extremamente organizada”. “Eles funcionam como se fossem uma empresa. Levantamos que eles tinham área de atuação definidas, modus operandi profissional, rápido, além de serem criminosos experientes”, detalhou a corporação.

Um dos carros com placa clonada foi usado pelos bandidos durante a fuga, quando houve troca de tiros com policiais. A Polícia Militar apontou ainda que tanto Leonardo quanto Mário já haviam sido presos pelo mesmo motivo outras vezes. “Temos prendido e prendido de novo e, mais uma vez, prendemos de novo”, desabafou um militar.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação