*
 

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga denúncia sobre uma suposta agressão no bar Divina Living, no Pistão Sul, em Taguatinga. O caso teria ocorrido na madrugada de domingo (14/5). A vítima contou que foi atacado por dois seguranças do estabelecimento e precisou levar quatro pontos no supercílio esquerdo.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na 5ª Delegacia de Polícia (área central), o rapaz estava no bar com um colega. Ao pagar a conta, o cartão do cliente não passou por problemas técnicos. A vítima afirmou à polícia que os seguranças tentaram obrigá-lo a pagar toda a comanda.

“A minha parte, segundo o pessoal do caixa, era R$ 80. Eles queriam que eu pagasse a parte de um colega. No final, o valor ficou em R$ 123. Após eu falar que só pagaria minha parte, que segundo o segurança era R$ 80, eles concordaram. Eu dei R$ 100 e logo em seguida me enforcaram e me arrastaram para fora da boate. Nisso meu braço bateu em uma das grades”, contou a vítima que prefere não ser identificada.

Fora do bar, o colega da vítima foi embora. Enquanto aguardava o seu táxi, a vítima de 22 anos disse que teria sido novamente atacada por outro segurança e atingido por socos na cabeça. Uma mulher viu toda a confusão e fotografou a confusão. Um outro homem o ajudou a chamar uma condução para ir embora.

O jovem foi encaminhado para fazer exames no Instituto Médico Legal (IML). A reportagem entrou em contato com o bar, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

 

 

COMENTE

TaguatingaPolícia CivilagressãoDivina Living bar
comunicar erro à redação