*
 

Não é só o GDF que tenta identificar os vândalos que depredaram patrimônio público durante a manifestação contra a PEC do Teto dos Gastos na última terça-feira (29/11). A Polícia Militar quer os nomes das pessoas flagradas cometendo atos de vandalismo, como o rapaz da foto abaixo. Ele jogou um coquetel molotov contra PMs que atuavam no protesto.

A corporação pede para que quem conhecer o homem, ligar para o 190.

PMDF/Divulgação

 

Tensão
O protesto em frente ao Congresso Nacional começou a ficar tenso por volta das 18h de terça-feira (29), horas após o início do ato. Após picharem o Museu Nacional da República e o Ministério da Educação, os manifestantes contrários à PEC do Teto dos Gastos viraram um veículo da Record. Na via N1, outro carro foi colocado de ponta-cabeça.

Na tentativa de dispersar os manifestantes, policiais militares dispararam bombas de efeito moral. Um grupo revidou, atirando paus, pedras e coquetéis molotov contra a tropa de choque da PM.

Houve corre-corre em direção à Rodoviária do Plano e o que se seguiu foi uma confusão generalizada. Os ativistas promoveram uma série de depredações ao patrimônio público até o fim do tumulto, por volta das 21h45.

 




 

COMENTE

comunicar erro à redação