*
 

Um policial militar de 49 anos foi preso na noite de quarta-feira (21/9), após matar a ex-namorada Elaine Sousa Silva, 21, com um tiro no peito na QNM 13, em frente à Praça da Administração, em Ceilândia Sul. Segundo informações da Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 23h.

Militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, encontraram o homem ensanguentado dizendo que havia discutido com a vítima e que o disparo teria sido acidental.

O Corpo de Bombeiros compareceu ao local e constatou a morte da mulher. A arma do policial, uma pistola Taurus .40, estava caída no chão e a área foi preservada.

Segundo testemunhas, a ex-namorada do PM estava na praça com um amigo quando o policial chegou e eles começaram a discutir. Mesmo com o pedido da jovem para ele ir embora, o homem sacou a arma e direcionou para Elaine. Ela tentou se defender, mas não conseguiu evitar o disparo.

O homem foi encaminhado à delegacia e declarou que permanecerá calado até o julgamento. A arma foi apreendida e encaminhada para exame pericial. A 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia) prossegue com as investigações.

A PM informou que o homem foi encaminhado ao Núcleo de Custódia Policial Militar (cadeia da corporação) e que o caso será analisado pela corregedoria.

Com o crime, sobre para 15 o número de ocorrências de feminicídio registradas no DF apenas este ano. O caso mais recente também foi em Ceilândia, na terça-feira (20), quando um homem matou a mulher a facadas após uma discussão. (Com informações da PCDF).

 

 

COMENTE

Ceilândiafeminicídiopolicial militar
comunicar erro à redação