*
 

O problema crônico de segurança e a defasagem de servidores transformou o Centro de Progressão Penitenciária (CPP), no Setor de Indústria e abastecimento (SIA), em uma grande feira livre. Apenas nesta segunda-feira (9/1), uma operação de revista apreendeu aproximadamente 60 aparelhos celulares dentro da cadeia, que abriga apenas presos do regime semiaberto.

A ação que resultou na apreensão dos aparelhos, drogas e facas artesanais ocorreu entre a Diretoria Penitenciária de Operações Especial (Dpoe) e servidores do próprio CPP.

Em 7 de outubro do ano passado, o Metrópoles já havia publicado matéria sobre a maior apreensão da história do Distrito Federal envolvendo celulares escondidos dentro de uma cadeia. Ao todo, 93 telefones (foto principal), além de uma grande variedade de drogas e facas foram encontrados nas celas. A ação contou com a participação de pelo menos 100 servidores do sistema penitenciário.

 

 

COMENTE

SIAsistema penitenciáriocppcelulares
comunicar erro à redação