*
 

Cerca de 3 mil trabalhadores terceirizados responsáveis pela limpeza em unidades de Saúde do Distrito Federal entraram em greve nesta quinta-feira (9/3). Segundo informações do sindicato que representa a categoria, o Sindiserviços-DF, aderiram à paralisação equipes dos hospitais regionais da Asa Norte (Hran), de Santa Maria, de Planaltina, de Sobradinho e do Gama, além dos hospitais Distrital de Brasília (HDB) e de Apoio de Brasília (HAB), do Instituto de Saúde Mental (FHDF) e de vários postos de saúde da rede pública. A paralisação fez o Hran suspender as cirurgias eletivas.

Esta é a segunda vez que a categoria entra em greve neste ano. Os terceirizados reclamam o pagamento do salário do mês, e prometem manter a mobilização até que as empresas depositem os valores devidos. “Os trabalhadores estão indignados com essa perversa rotina de atraso nos seus salários e benefícios, e que tem ocorrido nos últimos dois anos”, diz trecho da nota oficial divulgada pelo Sindiserviços-DF.

Segundo o sindicato, os patrões alegam que estão sem contrato, com dívidas de 2014 e que há três meses não recebem as parcelas das verbas indenizatórias pela prestação de serviços para a Secretaria de Saúde.

Em nota, a pasta informou que parte do pagamento às três empresas responsáveis pela limpeza das unidades de saúde, no valor de R$ 3.617.761, foi feito nesta quarta (8). E que aguarda a liberação de recursos para quitar o restante, R$ 9 milhões, na próxima semana.

 

 

COMENTE

terceirizadospagamentoSecretaria de Saúde. GDFatraso de salários
comunicar erro à redação