*
 

Outubro é o mês em que a Sociedade Brasileira de Mastologia busca conscientizar a população sobre a importância de se detectar precocemente o câncer de mama. A doença é a que mais atinge mulheres no Brasil, principalmente aquelas entre 40 e 69 anos. Quando diagnosticado em estágio avançado, esse tipo de câncer pode levar a retirada dos seios, procedimento chamado de mastectomia.

Para as mulheres que passaram por isso — e tentam esquecer as feridas e marcas deixadas pela doença —, profissionais da tatuagem de Brasília realizam, no fim do mês, um mutirão. Durante seis dias, cerca de 15 tatuadores irão pigmentar mamilos e auréolas de pacientes que passaram pela mastectomia.

No entanto, são só 50 vagas e, para participar, é preciso preencher uma ficha no site brasiliatattoofestival.com.br/outubro-rosa e seguir outras recomendações especificadas na página. Uma liberação médica também é cobrada antes de passar pelo procedimento. As tatuagens serão realizadas entre 24 e 29 de outubro, no shopping Pátio Brasil.

Doação
Uma outra campanha, comandada por alunos da Universidade de Brasília (UNB), pede doações de lenços que serão usados durante um dia de beleza na unidade de quimioterapia do Hospital Universitário. Quem puder contribuir, basta procurar a sala AC 122 da Faculdade de Ciências de Saúde, no Campi Darci Ribeiro, na Asa Norte. Doações podem ser feitas todas as terças-feiras deste mês, entre 12h20 e 14h.

Divulgação  

 

COMENTE

Campanhacâncer de mamatatuagemOutubro rosaquimioterapia
comunicar erro à redação