*
 

Um homem de 42 anos foi preso com cerca de R$ 2,5 milhões em notas falsas no Km 501 da BR-153, próximo a Goiânia (GO). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, responsável pela apreensão, o suspeito afirmou que receberia R$ 2 mil para trazer a maleta com o dinheiro falso para Brasília. No entanto, ele não soube explicar a origem das notas.

A prisão ocorreu na tarde desta segunda-feira (3/10). O dinheiro estava dividido em malotes. Ao todo, eram aproximadamente 50 mil cédulas de R$ 50. Com o motorista, também foram apreendidos R$ 10,1 mil em notas verdadeiras. Ele afirmou à PRF que já havia feito esse tipo de transporte anteriormente. O acusado foi detido e conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Goiânia, onde foi indiciado pelos crimes de estelionato e uso de moeda falsa.

Crime
De acordo com o artigo 289 do Código Penal, falsificar, fabricar moeda ou dinheiro em papel é crime. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Estará sujeito à mesma punição quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou circular moeda falsa. Além disso, mesmo tendo recebido de boa-fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros. (Com informações da PRF-GO)

 

 

COMENTE

Polícia Rodoviária Federalgoiâniadinheiro falsoBR-153
comunicar erro à redação