*
 

O deputado federal Laerte Bessa (PR-DF) ingressou com uma representação na Procuradoria Geral da República (PGR) contra o governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Na ação, ele relata uma suposta tentativa de interferência de Rollemberg na atuação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, que ocorre na Câmara Legislativa do DF (CLDF).

A representação foi protocolada na segunda-feira (10/10). Nela, o parlamentar reuniu duas matérias jornalísticas, uma do próprio site da CLDF e outra do Metrópoles, onde o presidente da CPI, Wellington Luiz (PMDB), afirma ter sido intimidado pelo governador, que estaria descontente com os rumos que a investigação estava tomando. Um dos trechos anexados no pedido relata uma fala de Wellington na qual Rollemberg teria dito que “a guerra estava declarada”.

“Verifica-se, portanto, a tentativa do governador do DF em intimidar o presidente da CPI da Saúde com o escopo de obstruir os trabalhos investigativos da referida comissão”, diz trecho do documento.

Bessa pede à PGR que apure os fatos e que tome as providências administrativas e judiciais cabíveis com relação ao tema. Procurado, o GDF informou, por meio da assessoria de imprensa, que o governador não iria se pronunciar sobre o caso.

 


 

COMENTE

comunicar erro à redação