*
 

A sociedade civil insiste na punição dos deputados envolvidos no Bonde da Propina. Nesta quinta-feira (6/10), um grupo de pessoas fez uma manifestação na frente à Câmara Legislativa e entregou seis novas representações contra os cinco acusados de esquema de corrupção envolvendo emendas da saúde, além de Liliane Roriz (PTB).

O grupo protestou contra o sobrestamento dos processos contra os membros afastados da Mesa Diretora e também pelo parecer favorável ao arquivamento da ação por quebra de decoro contra Liliane, proposto pelo corregedor da Câmara, deputado Rafael Prudente (PMDB).

O protesto foi organizado pela promotora de eventos Janaína Braga. Ela garante que não faz parte de nenhum movimento popular ou político. Conta que o marido de uma amiga morreu por conta da falta de leitos e, logo depois, passou a frequentar hospitais e relatar nas redes sociais o que encontrava nessas unidades.

“Eu procurei parentes de pessoas que perderam a vida por falta de condições na saúde. Não podemos aceitar que pessoas percam a vida por conta da corrupção dos políticos”, disse Janaína.
O movimento recebeu apoio de entidades, como a ONG Adote um Distrital, além dos partidos PSol e PT, que têm se posicionado a favor da cassação dos deputados.

Calebe Cerqueira, do Adote um Distrital, destacou que a manifestação foi motivada pela falta de interesse dos distritais em investigar os colegas. “Não estamos pedindo para cassar ninguém, mas que pelo menos se investigue. O que não pode é eles sequer dará prosseguimento as investigações”, afirma Calebe.

Suzano Almeida/Metrópoles

Adote um Distrital e representantes do PSol apoiam movimento que entregou novas representações contra distritais

Além de Liliane, os representantes da sociedade civil querem que sejam investigados os seguintes distritais: Celina Leão (PPS), presidente afastada da Casa, Raimundo Ribeiro (PPS), Julio Cesar (PRB), Bispo Renato Andrade (PR) e Cristiano Araújo (PSD), todos eles alvos da Operação Drácon. Já existem outros pedidos de cassação contra eles na Câmara, mas que estão sobrestados, ou seja, estão parados à espera de decisão judicial sobre os acusados.

 

 

COMENTE

Encontre no mapa os pontos especiais da matéria

Câmara LegislativaMesa DiretorarepresentaçãoCelinaDrácon
comunicar erro à redação