*
 

Depois de quase duas semanas de atestado médico, a deputada Sandra Faraj (SD) voltou a se encontrar com os colegas distritais nesta segunda-feira (6/3), no mesmo dia em que a Mesa Diretora deu 72 horas para a distrital comprovar que pagou R$ 174 mil pelos serviços da empresa Netpub. Sandra participou de um almoço convocado pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB) com a base governista. O encontro ocorreu na Residência Oficial de Águas Claras e a parlamentar falou pouco.

Em meio a acusações de ter embolsado o dinheiro da verba indenizatória, Sandra Faraj enfrenta um pedido de cassação do mandato feito pela ONG Adote um Distrital – o documento ainda está parado na Mesa Diretora. Para escapar de um possível processo, vai ter que apresentar os comprovantes de pagamento à Netpub.

Ao chegar visivelmente abatida no almoço, segundo parlamentares que participaram da reunião, Rollemberg disse que se solidarizava com ela e perguntou sobre a gravidez. A distrital afirmou estar animada com a vinda do primeiro filho. Apesar da conversa, ela trocou poucas palavras com os colegas.

O governador convocou o encontro para falar sobre os projetos prioritários que serão enviados à Casa. Entre eles, o Código de Edificações. Também esclareceu contratações feitas na saúde e demonstrou interesse em continuar se reunindo com a base.

Além de Sandra, participaram do encontro o líder do governo, Rodrigo Delmasso (Podemos), Julio Cesar (PRB), Juarezão e Luzia de Paula, ambos do PSB, Cristiano Araújo (PSD), Reginaldo Veras (PDT), Cláudio Abrantes (Rede), Telma Rufino (PROS) e Lira (PHS).

O governador serviu macarrão, frango empanado, filé, arroz, feijão e salada de almoço e pudim e maçã com creme de leite de sobremesa para os distritais.

 

 

COMENTE

Rodrigo RollembergCâmara Legislativa
comunicar erro à redação