*
 

Um acidente ocorrido no fim da manhã desta sexta-feira (19/5) no Eixão Sul deixou quatro pessoas feridas, duas em estado mais grave, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Segundo uma testemunha, o motorista do Palio branco, placas JJA 9688-DF, vinha ziguezagueando, sentido Aeroporto, perdeu o controle do carro na altura das quadras 113/114 Sul, invadiu a pista contrária e atingiu dois carros, um outro Palio e um Clio.

O motorista que provocou o acidente estava com cerveja dentro do carro. Identificado como Edson Pereira de Souza Júnior, de aproximadamente 30 anos, o homem foi levado inconsciente, com ferimentos no braço direito e traumatismo craniano grave para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).

O motorista do outro Palio, placas NFX 9824-DF, que seguia em direção à Rodoviária do Plano Piloto, também ficou ferido e expelia sangue pela boca. Celso Borges foi levado de helicóptero dos bombeiros para o HBDF, também com traumatismo craniano, mas estava consciente. O passageiro, João Conrado Filho, 69, foi transportado, em estado de choque, para a unidade hospitalar.

O condutor do outro veículo envolvido no acidente, o Renault Clio prata, placas JFO 7635-DF,  Francisco Adelino, não precisou ser levado ao hospital, ao contrário da passageira, Larissa Portal, 25, que apresentava ferimentos na lateral esquerda da face, dores torácicas, mas estava consciente.

Uma testemunha, que prefere não ter o nome divulgado, disse que escapou por pouco. “Vinha na faixa da esquerda no sentido Rodoviária e o Palio atingido estava a 50 metros atrás, na faixa do meio. Por um fio de cabelo, não fomos (ele o amigo) atingidos”, disse.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Urbana (Sindlurb) Lucimar da Fonseca Almeida, 35, também acompanhou toda a dinâmica do acidente. “Foi um susto muito grande. Eu consegui frear a tempo para não bater nos outros carros que já haviam sido atingidos. O motorista do Palio que causou o acidente foi arremessado para o banco traseiro e foi levado daqui desacordado.  A minha esposa que estava comigo no carro chegou a passar mal, mas já está bem”, disse.

“Por pouco nós não fomos atingidos. Estou em choque. As vítimas foram levadas em estado grave. Eu estava indo para o trabalho e poderia ter morrido”,  acrescentou Ariane dos Santos Andrade, 33, esposa de Lucimar.

Uma outra testemunha disse que uma funcionária de um posto de gasolina do Setor Hoteleiro Sul esteve no local do acidente e informou que Edson havia bebido no estabelecimento durante a madrugada e saído na manhã desta sexta, minutos antes da colisão.

O trânsito ficou interditado no sentido centro de Brasília, aos cuidados da Polícia Militar do DF e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

 

 

 

COMENTE

acidenteEixão
comunicar erro à redação